domingo, 29 de novembro de 2009

Mini-crítica: 2012

Boa tarde!
Está é a primeira mini-crítica do blog (e espero a única...) faço isso por um único motivo: Não existem tantas formas de se descrever o quanto o filme 2012 é ruim. Nunca, eu repito, nunca eu literalmente dormi numa sala de cinema, e já fui várias vezes ao projeto Noitão do HSBC Belas artes, onde se assiste três filmes seguidos durante a madrugada.


2012 conseguiu superar todas as minhas já baixas expectativas que eu tinha a respeito do filme. Não existe um roteiro bem escrito, não existem personagens cativantes, não existe nada que emocione ou que crie qualquer tipo de simpátia pelo filme.


Efeitos especiais? Existe e aos montes e são extraordinários, contudo, o péssimo roteiro detonou com qualquer possibilidade de fazer com que esses efeitos torne o filme ao menos um bom entretenimento. Roland Emerich criou a pior "obra" de sua já abalada filmografia.
Nota: 0
Recomendação: Espere passar na TV aberta...

6 comentários:

Bruno Soares disse...

tb não me derviu nem como diversão acéfala.

Marcelo Augusto Cetreus disse...

2012 não é tão ruim assim! Com certeza, frusta, decepciona, desanima, mas mesmo assim é um filme bom de sentir a adrenalina corrente.

As suas situações são forçadas e existem zilhões de momentos clichês, mas os efeitos especiais tornam a obra, assistivel e um bom divertimento.

Abraços.

Cris França disse...

com tanta polêmica sobre o tema, poderia se ter feito mil coisas e tudo o que Hollywood pensa é em destruição em massa, porque isso vendo, o povo ama uma desgraça, você não é o primeiro que vejo criticando, sinceramente me tirou todo o tesão de querer ver esse filme. bjs

Marcos Ribeiro disse...

Bruno: Concordo...

Marcelo: Pra mim é como eu disse os efeitos de nada valem sem um minimo de história interessante.

Cris: Realmente, existem diversas possibilidades muito mais interessantes sobre o tema, a prova é Fim dos Tempos do Shyamalan, que pra mim foi o mais interessante sobre o tema até o momento.

it was RED - Para quem gosta de cinema disse...

2012 aparenta ser apenas um filme caro. Seguirei teu conselho e esperarei esse longa passar na tv.

Deixei um presente adiantado de Natal para ti lá no blog. Abraço!

Amanda Aouad disse...

é... O filme é exatamente o que eu esperava, mentira pra dar e vender, clichês e efeitos especiais caprichados. Como diversão até que vale, não cheguei a odiar como você.

abraços