segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Clássicos de sessão da tarde: Darkman - Vingança sem rosto

Boa noite!

Mês passado comecei essa área aqui do blog...e a idéia é ser uma crítica por mês. A de agosto demorou, mas enfim chegou, e seguindo a resenha anterior de um filme do Sam Raimi, decidi pegar mais um dele.

Sinopse: Liam Neeson interpreta o Dr. Peyton, um cientista que está desenvolvendo um tipo de "pele artificial" e namora uma mulher chamada Julie (Frances McDormand) que trabalha em algo que não é muito bem explicado...mas enfim, seu chefe pretende construir um grande conglomerado de edificios e a Julie tem alguns documentos que comprovam que ele pagou propina para chegar a seus objetivos...os tais documentos estavam no laboratório do Dr. Peyton e quando os capangas chegam lá para pega-los eles destroem seu laboratório e depois o explodem. Desfigurado e submetido a um procedimento médico experimental que "desliga" os nervos de seu corpo, o que faz com que ele não sinta dor e tenha uma força descomunal, o Dr. Peyton busca por vingança e se torna: DARKMAN!

O filme: Lembro de ver esse filme quando criança e de brincar de Darkman...era um dos meus filmes de super herói favoritos na época e assistindo ao filme hoje vi que ele não perde nada em qualidade de roteiro para os filmes atuais.

O roteiro tem uma preocupação em mostrar os relacionamentos e as motivações dos personagens centrais antes de começar com toda a ação (Diferente de Batman do Burton por exemplo que já começa pelo meio da história...). Uma das melhores cenas é logo a do inicio que mostra como funciona a mente do vilão do filme e explica que já existe a muito tempo e que não "surgiu do nada" apenas para servir de antagonista.

A trilha sonora é lembra bastante a de filmes como Homem Aranha e Batman, exatamente por ser composta pelo mesmo Danny Elfman, que não é exatamente um poço de criatividade, apesar de ter feito um excelente trabalho em A Fantástica Fábrica de chocolates (Burton novamente...).

A atuação do Liam Neeson é feita com a mesma qualidade que o ator sempre coloca em seus personagens. Frances e o restante do elenco não tem nada demais, até mesmo por serem personagens mais comuns...

A direção do Sam Raimi é carregada de seus maneirismos de sempre, presente até em seus filmes atuais. Os vários closes, gritos descontrolados, os créditos iniciais com vários efeitos especiais (Os de Darkman são bem simples na verdade...mas pra época não sei se eram considerados assim) e as imagens nojentas também estão lá: O rosto exageradamente desfigurado, os closes na pele sendo queimada e ou derretida ou se desfazendo...

E o final ainda tem uma participação efetiva de Bruce Campbell, o mesmo ator de Evil Dead.

Um bom filme facilmente encontrado nos bandejões de R$12,90 das lojas americanas...







Até mais!

7 comentários:

Bárbara disse...

Muito bom o post,bem detalhado rs
Venci a preguiça li tudo =)
Beeijo

Cris - Canto de Contar Contos disse...

Ola Marcos!

Olha eu li o Gibi, aliás adorei o personagem e ao contrário do que geralmente acontece Darkman, realmente foi um filmão, inesquecível, regado a pipoca e guaraná na sessão da tarde então...vichi...rs ainda melhor!
Bjo grande e grata pela boa lembrança!

Thiago Paulo disse...

Oi Marcos, se eu não me angano esse filme passou no Intercine um dis desses... Mas não assisti. E não me lembro dele na sessão da tarde...rs

E outro que eu não me é o St. Elmo's Fire, que comentei lá meu blog. Sobre comprar o filme,eu já até procurei, mas acho que vai ser bem difícil de encontrar, porque, está fora de catálogo.

Também vou alugar Bagda Café, as dicas do Marcelo são ótimas. rs

Abraço.

Cristiano Contreiras disse...

Até hoje, acredite, eu tenho um vhs antigo, herdado de meu pai, da cópia de Darkman! rs

abraço, sou seu seguidor, sou cinéfilo.

Dewonny disse...

Faz tempo q vi esse filme, uma revisão seria uma ótima pedida, bela lembrança!
Abs! Diego!

Roberto F. A. Simões disse...

1º Aniversário do CINEROAD!
O seu blogue recebeu uma menção especial!

Obrigado pelas visitas,
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Roberto F. A. Simões disse...

1º ANIVERSÁRIO DO CINEROAD
Caro SEGUIDOR, recebeu um agradecimento especial.
Muito obrigado.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema